Geral
21/09/2012 -- 00h00

Blitz educativa orienta sobre cuidados no trânsito

Ação integra programação da Semana Nacional do Trânsito e foi realizada em vias importantes das zonas Norte e Sul de Londrina

Renata Cabrera
Agentes da CMTU distribuíram panfletos para motociclistas e motoristas
Londrina - ''Faça a escolha certa para sua segurança''. É com este tema que a Companhia Municipal de Trânsito e Urbanização (CMTU) realizou ontem blitzs educativas com motociclistas em três das principais vias de Londrina durante a manhã de ontem. A ação integra a programação da Semana Nacional do Trânsito e foi realizada nas avenidas Saul Elkind e Winston Churchill, na Zona Norte, e Guilherme de Almeida, na Zona Sul.

Durante a ação, os agentes de educação no trânsito entregaram panfletos sobre a importância do uso do capacete em bom estado e ajustado à cabeça; dos demais equipamentos de proteção para a utilização da moto; do uso correto do corredor no trânsito; da atenção e respeito com os pedestres, além dos cuidados com a própria moto.

Eles aproveitaram ainda para orientar os motociclistas cobre a importância de redobrar a atenção em dias chuvosos, ocasião em que o tempo de frenagem é duas vezes menor que o normal, e a necessidade de que os motociclistas possibilitem sua visualização pelos demais condutores e pelos pedestres. Entre as dicas da CMTU, estão a necessidade de os motociclistas evitarem pontos cegos de visão dos automóveis; mantenham o farol da motocicleta sempre aceso e usem a seta para sinalizar suas manobras.

De acordo com o agente de trânsito, Silvio Conceição, as campanhas educativas têm surtido efeito nos condutores ano a ano e prova disso seria o comportamento receptivo dos condutores durante a realização das blitze. ''É claro que existe um outro que está irregular e acaba fugindo, mas a grande maioria para e parabeniza ação. Acho que eles estão começando a entender que ações educativas como essa têm o objetivo de previnir não só o bolso do motorista, mas também a sua e outras vidas'', afirmou.

A caminho do trabalho, Wilson Matheus, segurança, e Mariana Avelar, monitora de alarmes, contam que transitam pela Avenida Winston Churchill diariamente e que o desrespeito dos condutores é ainda maior nos horários de pico. ''Já levei várias fechadas de motoristas e quase caí. Mas, graças a Deus, até hoje não me envolvi em nenhum acidente aqui'', relata Matheus. ''Na verdade, todo mundo sabe fazer o certo, mas simplesmente não faz. Espero que a ação incentive as pessoas de alguma forma a mudarem sua postura no trânsito.''

O auxiliar de contabilidade Cornel Ramos confirma que passa diariamente pela avenida e que pelo menos uma vez por dia vê algum motociclista cometendo infrações graves. ''Acho que falta as pessoas se darem conta que é a vida delas que está em risco e ações assim são sempre relevantes para lembrá-las disso'', salienta.

Fernanda Carreira
Reportagem Local
Outras notícias desta editoria
Comentários
Comente esta notícia
É necessário que você esteja logado, clique aqui para se cadastrar ou logar
 
PUBLICIDADE