Folha da Sexta
21/09/2012 -- 13h00

Gestação psicológica no mundo animal

Cadelas amamentam cahorrinhos e gatas amamentam gatinhos. A lógica é clara, mas nem sempre é o que acontece. Não são incomuns as situações em que cadelas adotam e amamentam gatinhos, ou vice-versa. Já foram noticiadas até adoções curiosas, como um patinho que foi criado como filhote por uma gata ou um leitão que encontrou uma ''mãe'' que latia e abanava o rabo. A verdade é que estas situações podem estar relacionadas à gravidez psicológica das fêmeas.

Diante de uma alteração hormonal, as cadelas desenvolvem sintomas e comportam-se como se estivessem prenhas. De acordo com a médica veterinária Elisa Matie Nishi, geralmente a gestação psicológica é identificada entre quatro e doze semanas após o término do cio.

A situação é considerada um distúrbio hormonal e não é regra, apenas algumas cadelas passam por isso. ''Nem toda cadela que adota um filhote que não é seu está passando por este processo. Este comportamento (de adotar) também pode estar relacionado a outros motivos.''

Leia a reportagem completa de Michelle Aligleri em conteúdo exclusivo para assinantes da FOLHA.

Leia Também:

'Ela ficou mais estressada e a barriga começou a crescer'

Redação FolhaWeb
Outras notícias desta editoria
Comentários
Comente esta notícia
É necessário que você esteja logado, clique aqui para se cadastrar ou logar
 
PUBLICIDADE
Top Folha