Geral
04/03/2014 -- 00h00

MST ocupa fazenda em Florestópolis

Florestópolis - Cerca de 500 famílias do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) ocuparam no sábado a Fazenda Porta do Céu, em Florestópolis (Região Metropolitana de Londrina). A área de 2 mil hectares pertence à família Atalla, empresa paranaense do agronegócio. O acampamento do movimento ganhou o nome de Zilda Arns.

A assessora de imprensa do MST no Paraná, Giani Paula de Souza, garantiu que a fazenda foi declarada improdutiva pelo Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) em 2008. "É a nossa quarta ocupação de terras da família Atalla no Estado", acrescentou a assessora, citando que as outras ficam em Porecatu e Centenário do Sul.

Segundo ela, não foi registrado nenhum tipo de confusão ou confronto durante a ocupação. O Grupo Atalla é um grande produtor do ramo sucroalcooleiro. A ocupação de Florestópolis também faz parte do chamado "Carnaval Vermelho".

A reportagem fez contato com a Usina Central do Paraná, do Grupo Atalla, mas não recebeu retorno até o fechamento da edição.

Guilherme Batista
Equipe Bonde
Outras notícias desta editoria
Comentários
Comente esta notícia
É necessário que você esteja logado, clique aqui para se cadastrar ou logar
 
PUBLICIDADE