Esporte
30/06/2012 -- 14h18

Stock Car: Cacá esmaga rivais e sai na pole em Londrina

A pole que o carioca Cacá Bueno (Red Bull) conquistou neste sábado e que o colocará à frente do grid da quinta etapa da Stock Car amanhã no Autódromo Internacional Ayrton Senna foi obtida com requintes de crueldade. O tetracampeão comandou todos os treinos desde a sexta-feira, sairá à frente pela terceira vez na temporada e, ocupando a segunda posição na classificação, tem tudo para desalojar o companheiro de equipe Daniel Serra da ponta da tabela. Serra sairá em 4º, atrás de Luciano Burti (Boettger), que completará a primeira fila, e Thiago Camilo (RCM).

Cacá é a face mais visível do rolo compressor que a equipe dirigida por Andreas Mattheis vem passando sobre os rivais. O time de Petrópolis ganhou as quatro corridas deste ano e sete das últimas oito da principal categoria do automobilismo brasileiro. Cacá, no entanto, mantém a cautela habitual e aceita o favoritismo com reservas. "Foi a classificação mais tranquila até agora, mas não tem nada decidido. O Burti cresceu muito nesta etapa, pilotos fortes como Camilo, Serrinha e Khodair estarão por perto", comentou. Lembrado que todos os pilotos da frente estarão nas mesmas condições - utilizaram o botão de classificação e não poderão mexer nas regulagens de cambagem e altura, além de o circuito ser de ultrapassagens improváveis -, admitiu com alguma relutância. "É verdade, as chances de vitória aqui são maiores."

A primeira parte da classificação foi intensamente disputada e a definição do último dos 10 que brigaram pela pole na parte final foi decidida nos últimos segundos. Átila Abreu conseguiu acesso ao grupo no apagar das luzes e deixou Marcos Gomes (Medley/Full Time) sem ingresso para a festa. "Nossa vantagem é que poderemos mudar o acerto do carro. Mesmo assim, será difícil avançar na corrida porque aqui é duríssimo de passar", analisou Gomes, que nem voltou à pista quando os boxes foram reabertos faltando menos de dois minutos depois da paralisação provocada por um acidente envolvendo Diego Nunes. "O carro estava muito traseiro e sobrecarregando os pneus", justificou. O companheiro Xandinho Negrão chegou a encabeçar a sua turma no Q1, mas rodou na Curva do Esse e partirá apenas em 18º. "Abusei demais na zebra, o carro deu um salto e não deu para controlar", disse.

Folhaweb com assessoria de imprensa
Outras notícias desta editoria
Comentários
Comente esta notícia
É necessário que você esteja logado, clique aqui para se cadastrar ou logar
 
PUBLICIDADE
Top Folha