Carro & Cia
09/09/2012 -- 00h00

Novo C3: difícil passar despercebido

Modelo recém-lançado pela Citroen desperta curiosidade pelas ruas e larga bem na comercialização, com mais de mil unidades vendidas em agosto

Fotos: Gina Mardones
A versão cedida pela Citroën para a FOLHA foi um Exclusive 1.6 16V Flex, com câmbio mecânico
Principal atração do modelo, o para-brisa panorâmico traz sensação de liberdade ao dirigir
O requinte no acabamento interno é um dos diferenciais do modelo
Se a intenção era causar impacto, é possível dizer que a Citroen atingiu o objetivo com o Novo C3. Por onde passa, o modelo desperta olhares de curiosidade e ganha o aval de consumidores de diversos perfis, inclusive daqueles que torciam o nariz para o C3 já existente no mercado. A situação foi vivenciada pela reportagem da FOLHA ao circular com o carro entre a primeira e a segunda quinzena de agosto, quando ainda nem era possível ver o modelo pelas ruas, já que o lançamento oficial foi no dia 18.

E, pelo que tudo indica, o modelo - que figura no segmento dos chamados compactos premium - largou bem na comercialização. Segundo informações divulgadas nesta semana pela montadora, o lançamento contribuiu para o bom desempenho das vendas da marca francesa em agosto no Brasil, com 8.073 unidades emplacadas no Renavam. O volume representou um crescimento 21,95% superior ao de julho - acima do apresentado pelo mercado no período (+15,45%). Em agosto, foram emplacadas 1.156 unidades do Novo Citroen C3, que, somadas às 2.744 unidades do C3 atual, totalizaram um volume de vendas de 3,9 mil unidades.

A versão cedida pela Citroen para a FOLHA foi um Exclusive 1.6 16V Flex, com câmbio mecânico. Principal atração do modelo, o para-brisa Zenith - com 1.350 mm de comprimento e que proporciona até 80% de aumento no campo de visão - surpreende e agrada em cheio. O interessante é que o motorista pode escolher o quanto quer aumentar ou diminuir a visibilidade. É só puxar uma aba sobre o retrovisor para ganhar o teto de vidro. Na hora do sol forte, é claro, é melhor fechar. Mas em períodos mais amenos do dia, como o final de tarde, o para-brisa panorâmico faz toda a diferença, aumentando o prazer de dirigir.

Em comparação ao modelo atual, o Novo C3 trouxe melhoria na suspensão, que ficou mais firme e filtra melhor as imperfeições da pista, permitindo uma condução suave e silenciosa. Também é possível perceber que o câmbio tem engates mais precisos e suaves do que na versão anterior. O motor 1.6 oferece ótimo desempenho.

Quanto ao design externo, o Novo C3 ficou mais robusto, num claro esforço para agradar ao público masculino. Mantém as linhas arredondadas, mas inova, principalmente, na traseira, cujo traçado das lanternas em nada lembra o C3 atual. A frente também ganhou outro visual, bem mais imponente.

Outro ponto forte está no conforto interno, a começar pelos bancos, bem ergonômicos. A versão dirigida pela reportagem também se destaca pelo requinte no acabamento, com volante em couro, maçanetas cromadas, retrovisor eletrocromo, rodas de liga leve 16 polegadas. Entre outros atrativos estão as luzes diurnas de LED, a direção elétrica com assistência de esforço variável, computador de bordo, CD/MP3 (comando satélite), entrada para Ipod, USB e Bluetooth e cruise control (limitador/regulador de velocidade) e acendimento automático dos faróis. O modelo vem com freios ABS e airbags duplos de série.

Segundo a montadora, os novos motores do C3 - VTi 120 Flex Start (122cv) e 1.5i (93cv), ambos Flex e desenvolvidos no Brasil - são mais potentes, econômicos e desenvolvem mais torque. A motorização conta com o sistema Flex Start que dispensa o tanque de gasolina auxiliar para partidas a frio.

O lançamento da Citroen disputa o mercado com modelos como Ford New Fiesta hatch, Fiat Punto e o Chevrolet Sonic. O preço atual do Novo C3 parte de R$ 39.990 e vai até R$ 53.990.

Gisele Mendonça
Reportagem Local
Outras notícias desta editoria
Comentários
Comente esta notícia
É necessário que você esteja logado, clique aqui para se cadastrar ou logar
 
PUBLICIDADE
Capa - Home